26 de abril de 2017

Centenas de conhecidos. Poucos amigos.

Teste: fique doente ou desempregado.

Fracasso, dor, doença não é sinal de amizade.
Se você afirmar para alguém "estou bem, nunca ganhei tanto dinheiro, estou amando e sendo amado, estou fazendo um sucesso imenso e vai melhorar" e olhar para os olhos desta certa pessoa você verá se ela é seu conhecido ou seu amigo simplesmente pelo semblante e expressão dela.

Amigo sorri e se emociona com este sucesso.
Conhecidos dirão "é? nossa! que exibido. isso passa."

Quem se incomoda não gosta de você. Quem se incomoda com isso concorre com você e não tolera o seu sucesso.

O conhecido age como coadjuvante em nossa história e o amigo age como protagonista.
Verdadeiros amigos não precisam estar conectados à você através de redes sociais; não precisam estar em seu dia a dia; eles se decepcionam com suas mudanças mas procuram entendê-las e respeitá-las; eles não te cobram nada, mas te dão sem pensar e terão o retorno disso de volta; eles nem sempre poderão lhe auxiliar, mas nunca deixarão de tentar.

Comece aprendendo a diferença entre LAÇO e NÓ: quiçá um dia compreenderá coleguismo e amizades!



16 de abril de 2017

O que se leva dessa vida é a vida que se leva

Você já parou para pensar o quanto somos cobrados diariamente?
Tirar notas boas.
Passar de ano.
Ingressar em faculdade exemplar - de preferência gratuita porque acreditam ser as melhores.
Procurar um curso de dê status.
Conseguir um bom emprego e remuneração excelente.
Curriculum? O melhor!
Ganhar mais ou igual a seus amigos.
Namorar com alguém bacana...

Aos 20 anos de idade você deve ser o melhor em tudo, independente do que tenha que fazer para conquistar isso.
Estudar - trabalhar - ganhar dinheiro - morrer.
A vida se resume a isso?
Sai fora...

Trabalhei em empresas boas? Claro! Estudei em lugares bacanas? Com certeza. Mas também pulei de paraquedas, fui para Europa, namorei, falo sozinho, acordo a hora que quero, faço trabalhos voluntários, mochilei por 40 dias em São Sebastião, Boissucanga, Prainha, andei de trem quando os bancos eram de madeira - SP/Brotas - com meus avós, pulei carnaval e segui a banda do redondo nos anos 90, fui roubado... Isso não é experiência?

Ah, não. Se não constar no curriculum não vale.

Não somos:
1. nossos curriculums.
2. nossas empresas multinacionais.
3. o salário que recebemos.
4. as pessoas que conhecemos.
5. os chefes que temos.
6. o mundo corporativo que vivemos.

Somos:
1. o que vivemos.
2. os lugares que vamos.
3. os livros que lemos.
4. as árvores que plantamos.


Louco é quem está preso no trânsito ou passa 5h para descer ao litoral em feriado prolongado.
Não precisamos de excessos para sermos felizes e eu, particularmente, não vejo a hora de conseguir aposentar e só ficar entrando/saindo de navios e conhecendo tudo que ainda não conheci até o momento.

Realização não é dinheiro. Realização é ter histórias para contar, sentar num bar ou padaria com amigos bebendo cerveja e rindo de coisas que aconteceram na vida, sem se preocupar no "não" que disse para um trabalho onde ficaria 10h atrás de um computador para ganhar 5 mil.

Caixão não tem gaveta e a única certeza é de que UM DIA iremos dormir de sapatos.

20 de fevereiro de 2017

Apagão de valores

A ética como a moral dependem exclusivamente da educação.
Enquanto nosso país não atingir um nível adequado de educação isso não será possível.
Chegando-se a idade adulta com esta inversão de valores, é claro que a corrupção e afins tomarão conta deste país.

A educação de base, sem dúvida, deve corrigir e dar a nós este norte.
Um país só melhora quando se investe em educação de qualidade.
Imagem é projeção de realidade.
Como o ser humano não é um ser perfeito, ele se faz à medida que cresce e evolui, somente com os estímulos bons seremos capazes de entender e assumir uma ética/moral adequada.
O compromisso maior é dos adultos e das autoridades que não devem contaminar com seus exemplos corrompidos o mundo.
Desde furar uma fila como desviar recursos ilícitos isso se tornou "prática normal" e a frase mais comum é "ah, é só um fone de ouvido no trem, não vai te repercutir no futuro!" Vai sim!
Eu me aperfeiçoo no momento da relação com os outros: seguir bons exemplos, me deixa bom; seguir maus exemplos, me deixa corrompido - lembrando que o que não é certo é mais fácil sempre, talvez por isso a corrupção está tão acerbada por aí.
A família, os vizinhos, o bairro, a cidade, o estado, o país. Sendo seres sociais, somente o bom convívio é que nos dará o que é certo e o que é errado não praticar.

Tudo é ético, mas a ética não é tudo!
Por exemplo: sou ético mas não sou competente. Logo, ele investe só na ética mas a competência vai pro brejo.
Precisamos de pessoas competentes eticamente.
O ideal é ser ético sem precisar ficar de joelhos no milho.
Mais importante que o direito é a aparência do direito - afirmou um autor - mais importante que a justiça é a aparência da justiça: isso é caricatura!
Então, repito, a família é onde devemos valorizar os princípios básicos como educação. A escola também comporta outros elementos básicos para auxiliar na formação ética fazendo parte e constituindo o ser social.
Quem diz que não tem nada a ver com a ética, a educação, está completamente errado: somos uma nação, precisamos de sentimento cívico no mundo.
As abelhas tem o governo dentro de si - Monteiro Lobato

19 de dezembro de 2016

Natal: a época mais hipócrita do ano

Hipocrisia: do grego hypokrinein ou hypokrisía que basicamente é algo como "separar gradualmente" ou "representar um papel".
Na Grécia antiga, atores de teatro fingiam ser algo que não eram, ser outras pessoas que não eles mesmos.
O que faziam no palco era uma "hipocrisia" (hypokhrinesthai) que era considerado como fingir, fingimento.
Então a palavra de origem grega era aplicada para a ação de interpretar uma peça teatral onde se era algo que não na vida real.
Com o tempo ela virou "falsidade", "fingimento" de pessoas e foi com esse sentido que entrou, infelizmente, em nossa língua portuguesa sendo muitas vezes confundida com Hipócrates que foi conhecido como o pai da medicina, no entanto, ambas as palavras tem relação.



Algumas pessoas amam adorar as divindades: tudo é falso!
Tamuz, Horus, Mitra, Átis, Buda, Hércules, Krishna. Todos nascem em 25/12 e de mulheres virgens, de onde vem todas as divindades, correto?
Fora a falsa data do nascimento do deus cristão... O falso Santa Claus com seu pijama vermelho, também engana uma criança, ou melhor, os pais enganam essa criança. Criam a "fantasia" em suas mentes sadias e ingênuas de que um cara gordo em um trenó vem voando sabe-se lá de onde trazendo vários presentes para quem se comportou. Somente para quem se comportou durante o ano todo.
Daí vem a pergunta: estes pais se comportaram durante o ano todo amando, zelando, sendo honestos e afins também para receber o "merecimento" necessário do tal Papai Noel? Hum!
Falsas promessas, falsos perdões, falsa ilusão de presentes em quantidade exorbitante.
Tudo é o motivo religioso e religião, já dita neste blog, é escuridão!
Mas não vamos apagar a chama do Natal, certo?
Krampus vem aí para auxiliar o Papai Noel com sua punição aquelas crianças que não se comportaram.
Papai Noel dá presentes às crianças boas e Krampus pune as más hahaha.
Krampus vem de krampem (alemão) que significa garra.
Metade homem, metade bode, possui chifres, cauda longa, língua grande e comprida.
Krampus já entra em suas casas procurando crianças más, que mentem, que não se comportaram durante o ano todo e quando as encontra as pune: abraçam as crianças com suas correntes enferrujadas, num abraço monstruoso, coloca-as em cestas e jogam na fogueira.


Mas punir já é uma coisa natural para nós, humanos, não é mesmo? Temos um deus onipotente que pune a gente se não caminhamos corretamente. Krampus é só um mito. Fique tranquilo! Ele não existe de verdade. Já o deus, todo poderoso, onipotente, ah, esse pune viu. E se não se comportar, capaz de quando dormir eternamente de sapatos ele não deixar você subir aos céus para encontrar os anjinhos com aureola em seus cabelinhos cacheados loiros tocando a maldita arpa.

Feliz Natal a todos!



10 de dezembro de 2016

PARABÉNS, não fizeste mais que sua obrigação!

HOJE pode ser para você um dia vitorioso em todos os sentidos. Pense com serenidade, saiba agir com prudência e domine todas as dificuldades com resolução e a mais absoluta confiança em si mesmo.

DEIXE que em você predomine sempre a decisão e siga com o coração aquilo que se propôs: realize sem vacilar seus planos adotados e preestabelecidos.

NÃO deixe que o empurrem: avance! O agora deve ser sua palavra de ordem: este minuto, este segundo é a realidade que se oferece de iniciar oportunamente o que precisa ser iniciado, terminar o que iniciou, corrigir o que foi feito por engano, tomar resolução adiada há tempos, recuperar o tempo perdido...

HÁ algo por fazer? FAÇA agora e alegre-se pela oportunidade que se apresenta para educar a vontade, faça com que, em todo o decurso do dia se estampe em seu rosto o sorriso de otimismo, capacidade, autoconfiança.


NÃO se deixe abater nem por um segundo sequer e mantenha a calma qualquer que seja a situação que venha surgir.

EXPERIMENTE o prazer do triunfo pelas realizações conquistadas e use todas as suas energias para que todos os seus trabalhos sejam realizados com êxito convencendo-se que você pode mais do que realiza.

ESTE dia estará completo se, depois de terminadas as suas obrigações, quando se recolher em seu cantinho de descanso, você poder dizer a si mesmo em pensamento: "HOJE ALCANCEI VITÓRIAS SOBRE EU MESMO, CONSERVEI MINHA VONTADE FIRMA DE UM EXTREMO A OUTRO DO DIA, DESEJEI E CONSEGUI."

27 de novembro de 2016

HUMUS

Pessoa humilde é aquela que sabe que não sabe tudo.
Pessoa humilde é aquela que sabe que não é a única que sabe.
Pessoa humilde é aquela que sabe que a outra pessoa sabe que ela não sabe.
Pessoa humilde é aquela que sabe que ela e a outra pessoa saberão muitas coisas juntas.
Pessoa humilde é aquela que sabe que ela e a outra pessoa nunca poderão saber tudo que pode ser sabido.
Pessoa humilde é aquela que sabe que ainda não cresceu tudo que pode ter crescido.
Quer mais? OK!
Gente grande de verdade sabe que é pequena, então cresce.
Gente muito pequena já acha que é grande e a única maneira de crescer rebaixar outra pessoa.
Há necessidade de se entender isso na vida...
Humildade vem do latim HUMUS que significa terra fértil, adubo, logo, humilde significa O SOLO SOB NÓS, isto é, estamos todos na mesma altura. Como?
Em se tratando de dignidade, importância, possibilidade.
Por isso, alguém que quer ter uma vida não sendo curta também não seja pequena precisa ter a humildade como sendo um dos seus valores.
Essa humildade não é submissão mas a capacidade de se entender que há muitos modos de ser humano.


31 de outubro de 2016

Comunicação

Você já pensou na importância da comunicação na sua vida?
Num passado eu demorei muito a perceber isso.
A comunicação é a forma pela qual nos expressamos perante a vida.
Expomos ideias.
Buscamos desejos.
Explanamos nossas opiniões.
Exalamos nossos sentimentos.
Já parou para refletir que sem a comunicação não haveria convivência com o ser humano?
O mundo, com certeza, não existiria - pelo menos para nós, seres pensantes.
Viver é estabelecer laços com tudo o que nos cerca e compreender que para se viver bem é preciso se comunicar bem.
Nossa felicidade depende de uma comunicação assertiva, efetiva, tanto na área pessoal como na área profissional.

Palavras.
Gestos.
Olhares.
Trajes.
Pensamentos.
Silêncio.
Tudo é comunicação. Esteja atento a estes sinais...
Colhemos o resultado de nossa comunicação sempre.
Esteja atendo à maneira pela qual interage com as pessoas e enriqueça seu vocabulário a fim de que as palavras sejam esclarecedoras e amáveis.
Vamos dar leveza e bondade aos nossos gestos para que o corpo se expresse com alegria e suavidade.
Que os ouvidos sejam sempre a porta do coração.